metáfora






[...]
uma caixa de papelão,
com um aviso CUIDADO FRÁGIL indica que uma pessoa de força física abaixo do normal não suportaria o peso daquele objeto, ou também, pode ser visto como um conteúdo delicado que pode quebrar-se com facilidade se manuseado de forma errada. A ideia do SEXO FRÁGIL acaba refletindo da mesma maneira com a imagem delas: frágil, delicada, que não suporta. No comercial da breja, o ator frisa "vem mulher, vai mulher" o número de vezes possíveis até tornar-se algo viral e engraçado, porém, na atual conjuntura que o Brasil vive, a forma de interpretação projeta uma imagem bastante inversa do que a propaganda deseja transmitir, e essa imagem faz parte do mundo da internet. Mundo que as crianças hoje tem acesso com facilidade.
A educação é um ponto que precisa ser modificado (sim), pois os pais de antigamente ensinavam suas filhas que usar vestido curto na rua era fora de cogitação, mas não se preocupavam em ensinar os garotos a não assobiar ou desrespeitar uma garota na rua. Essas crianças cresceram e formam a sociedade que vivemos atualmente. Existem muitas Marias da Penha que sofrem caladas com medo de serem aceitas, com medo de seus parceiros. Educar um menino de como respeitar o sexo oposto sai mais barato do que o serviço de uma psicóloga para uma jovem que sofreu abuso sexual. As nossas leis não atendem a demanda de mulheres violentadas, desde um abuso no metrô lotado à violência doméstica praticada as olhos de uma criança. A segurança precisa ser reavaliada e o ensino modificado, não o fundamental ou o médio das escolas.
O ensino da conscientização,
que vem do berço.

Comentários

Postagens mais visitadas