nightmare.






acordei assustado e suado. vi um mundo nada haver. não tinha só eu e você. andava sem parar. cada cena passava devagar. elas agora têm voz, mas ainda não tem respeito. eles não ligam para quem tá perto, só pra calça da academia. e o tamanho do peito. a selfie é com o ladrão. mas no facebook posta contra a corrupção. olha amor! um tubarão em extinção. vamos pegar. e tirar uma foto. pra recordação. o ar do bicho ta na água. mas só o greenpeace liga. é o like que vale e a tristeza que deságua. é temer ou morrer sem se esconder
temer temer
tudo agora é fora temer. mas quando a mãe pede filha me ajuda na louça. essa é a primeira a correr. ei mano, ela tá comigo o que você quer. mulher bonita não tem culpa de ser bonita. babaca. mas como não te respeitam
é a mim que você pede desculpa. não me expresso mais fiquei com medo
do tempos que eu vi no sonho. tudo é mídia qualquer movimento é machista. ou é a favor do movimento ou é safado! vigarista! as mina que defende. soa um canto em liberdade. mais homem com respeito. mais homem altruísta. passou a mão em mim, isso não vai
ficar assim
tá pensando que sou objeto canalha. nunca mais rela a mão em mim. vi de canto o garoto que pede esmola na tua
vamos dar Burger king e postar no face. gente! hoje ajudei um menino carente! mas esqueceram que o coitado ainda mora na rua. depois lá na frente vai dizer que esqueceu. o menino do habibs apanhando também morreu. eles parcelam ingresso de show. para assistir pelo celular. ídolo lançou. cartão passou. ta feliz ta na moda porque comprou. mas a mulher no metrô que hoje de manhã você avistou. ela mesma ninguém ajudou. é nova ninguém mandou
engravidar
ainda pode trabalhar. mas se nem você na condição. com um salgado quis ajudar. quem será a alma boa que vai dar a chance pra ela trampar? elegeram o presidente mais forte
que gosta de subir muro. que esconde que é racista. e o FGTS da minha mãe que ainda não saiu. a dificuldade será que é
por ela ser diarista?
vi muita festa e alegria. coisa do habitual. mas vi uma mulher a cada quatro minutos ser agredida. no Rio de Janeiro,
no carnaval
quis acordar logo e te contar. que aquelas pessoas só irão despertar. no dia que pra sempre o wifi
desligar





Comentários

Postagens mais visitadas